Pular para o conteúdo principal

Quando a mudança interna acontece...


Oi, quanto tempo! Claro, pode entrar. Não repara a bagunça, mas estou mudando algumas coisas por aqui. Alguns móveis trocaram de lugar e outros deram lugar aos novos. Vai perceber que a parede do banheiro não está mais descascando e eu também pintei aquela parede ali do cantinho da sala de roxo. A cama do nosso antigo quarto não é mais de casal, percebi precisava de um canto sem vestígios seus. Daí comprei uma dessas que chamam de viúva, sabe? Grande para uma pessoa só, mas um pouco apertada para um casal. Bem, eu considero ela perfeita para mim.

Se eu pintei o cabelo? Fiz algumas luzes, jura deu para perceber? Tentei ser discreta e ainda não me acostumei. Também fiz um alisamento louco e moderno há algumas semanas, por isso ele também está mais domado que o normal. E eu emagreci, é verdade, mas estou voltando a ganhar peso rápido até demais, desde que abriu uma nova pizzaria aqui na minha rua.

Tudo bem, sem mais enrolação, vamos logo ao que interessa. Se eu pensei sobre você merecer uma nova chance? Sim, pensei. E você merece, todo mundo merece, não é o que dizem? Mas não mais comigo. Não mais depois das diversas que eu te dei. Quem sabe você não acerta com outra mulher? Desejo do fundo do meu coração que você tenha mesmo aprendido a lição como está me dizendo. E, por isso, talvez ela tenha mais sorte que eu. Talvez. 

Sabe o que é, não tenho nada contra quem volta uma, duas ou dez casas no tabuleiro da vida, afinal, quantas vezes eu mesma já não me permiti dar voltas e mais voltas no mesmo lugar? Só que esse tempo longe me fez perceber que sou eu quem faço a minha vida andar. Eu que tenho que virar a página, eu que tenho que começar a caminhar, caso contrário, nada vai acontecer. Nada vai melhorar.

A gente fica tentado a recuar, porque é tão mais fácil se render a reviver algo do que arriscar o novo né? As pernas tremem, o coração quer se fechar às novas oportunidades... Porque demora, como demora para a gente se acostumar! Mas tudo se ajeita, tudo se adequa. Basta ter paciência e, mais do que isso, basta ter amor-próprio. 

Foi exatamente por isso que eu mudei. Mudei a forma como encaro a vida, mudei a forma como me encaro em frente ao espelho e ganhei coragem para continuar a mudar tudo que ainda é preciso. E quando a mudança interna acontece, tudo a sua volta também deve acompanhar essa mudança, senão acaba perdendo espaço para algo melhor e mais compatível com a nova realidade. E isso, inevitavelmente, inclui mudança no elenco também.

Comentários

  1. Não que eu já não ame seus textos, Carol, mas, esse foi um tapão na cara. Acabei de sair de um relacionamento de sete anos, e acho que você o escreveu pra mim (é uma bobagem, mas quando a gente escreve a gente nem se liga que outras pessoas além da gente podem se identificar com aquilo, quando, na verdade, era isso que a gente devia estar esperando, né?).
    Arrasou muito! Beijão!
    Carol,
    www.caixa-a-a.com

    ResponderExcluir
  2. Concordo com a Carol acima - "esse texto foi um tapão na cara"!
    Amei demais, muito verdadeiro! Deu pra sentir um tom de orgulho em cada palavra - orgulho no sentido de superação, de volta por cima!
    E mudanças são sempre bem-vindas, né? Renovam a gente. Sempre que converso com alguém que terminou um longo relacionamento a queixa é a mesma - um não conseguiu acompanhar a mudança do outro. O problema é que essas mudanças só são enxergadas com bons olhos depois que é tarde demais.

    Um beijo, fique com Deus!
    http://tudo-oquesou.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Glenda!
      Nesse caso, a mudança foi super necessária né?

      Excluir
  3. Texto maravilhoso, adoro a forma que trabalha a palavras. É exatamente isso que preciso, amor próprio, não tinha momento melhor pra me ler esse texto, estou precisando gostar mais de mim, fazer um esforço maior pra me viver bem, dar um basta em tudo que está errado e virar a página, deixar ele pra lá, deixar as histórias dele pra lá, para outra.
    Tenho que te agradecer, obrigada por tantos textos maravilhosos, incrível como sempre acabo me identificando, e você sempre me ajudando!

    Obrigada pelo carinho. Beijos :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que comentário mais lindo! *-*
      Eu que tenho que agradecer por gostar dos meus textos e não sabe o quanto é bom saber que te ajudo com eles!! =)

      Excluir
  4. O bom da vida são as mudanças.
    Bj e fk c Deus.
    Nana
    http://procurandoamigosvirtuais.blogspot.com.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Busca sem sentido.

Toda vez que eu fecho os olhos, eles se abrem pra você. Toda vez que eu durmo para te esquecer, os meus sonhos te trazem pra mim. Parece ironia, parece injusto, mas cheguei à conclusão de que não, é apenas a vida me lembrando que eu não consigo sem você.
Te deixei, disse que precisava de um tempo sozinha. Queria navegar pelo mundo, descobrir terras novas. E realmente eu descobri muita coisa. Descobri que lá fora é tudo mais complicado e sombrio. Descobri que as pessoas não sorriam com tanta facilidade e que o amor andava sumido para muita gente e foi nessa que a minha ficha caiu. Elas estavam buscando por algo de que eu estava fugindo,
que sentido isso tem?
Demorou demais para que eu percebesse que eu tinha tudo que eu precisava bem ao meu lado. Não levei a sério a lei simples da vida de que toda escolha tem uma consequência e a minha, bem, não demorou muito para chegar. Eu te deixei escapar. Te deixei livre demais e com isso, te perdi. Soube que você está feliz e que tem sido visto com…

Sorte no amor.

Para com essa história de que tem azar no amor. E desde quando existe isso? Coisa mais sem cabimento! É mais fácil você ter azar no jogo mesmo, mas não no amor. Por que? Ele tá aí, disponível até demais e tanta gente se esquivando. E ainda querem culpar o pobre coitado! O que falta é sensibilidade, atenção aos detalhes. Ou você acha que ele, grandioso como é, vai chegar com uma placa ou uma sirena para que você o note? Não mesmo. Ele vem em silêncio, chega tomando conta, mas sem avisar. E é bem ligeiro também, ele não pode te esperar para sempre. Seja compreensiva vai, ele tem um mundo inteiro para rodar e se levar para as pessoas. Não pode ficar esperando que você o perceba e depois ainda que você se decida se é ou não a hora certa. Por isso, não sai por aí falando mal dele não, menina. Já viu trabalho mais ingrato que esse? Traz tanta coisa boa pra vida de uma pessoa e no final, acreditem, ainda conseguem estragar com a sua fama. Vai ver é por isso a falta de amor nesse mundo, todos…

Sobre o lançamento + sorteio

Oi gente linda, primeiramente eu gostaria de agradecer por tantos comentários no outro post. Foram palavras de incentivo, elogios e vi o quanto vocês realmente ficaram felizes com a minha conquista. Muito, muito obrigada mesmo!

Por esse motivo, sinto-me na obrigação de contar para vocês um pouquinho de como foi lá né? Então, o evento em si foi muito bacana e tive a chance de encontrar com outros autores iniciantes e também com outras publicações, dividindo experiências e trocando conselhos. Um pouco antes do lançamento, teve um bate papo com o diretor da editora, os organizadores das antologias e todos os autores presentes, o que, para mim, foi um momento de muito aprendizado!

Quando chegou a hora do lançamento, foi uma surpresa muito boa! Troca de autógrafos entre os autores da antologia, autógrafos para os convidados e participantes do evento, muuuuuuuitas fotos! Foi um momento muito divertido e descontraído... E eu me senti uma estrela!!! hehe

Bom, foi um experiência muito especial…