Pular para o conteúdo principal

Aceitando o destino.



Não queria que fosse assim. Você sabe né? Eu não queria que acabasse cada um pra um lado sem saber mais nada do outro. Pensei em te ligar esses dias, mas deixei que a vontade passasse sozinha. Pensei em colocar para tocar aquela musica que eu dizia ser nossa, mas não achei no computador – devo ter excluído em um dos momentos de raiva – e acho que foi melhor assim. 
Não sei porque estou dizendo isso, mais uma recaída talvez. Mas é que se lembrar de como éramos e dos passos dados juntos para nada alcançar me deixa inquieta. Pergunto me todas as noites onde foi que erramos. E se faz parte da vida levar comigo tanta tristeza e essa sensação de impotência. Impotência por não poder mudar as coisas, tristeza por querer fazer isso. Entende? Tenho medo quando tudo começa a ficar confuso em minha mente, porque quero te ver feliz, mas por que longe de mim? Me sinto esgotada em relação a nós, porque não sobra um pingo de força em mim. 
Mas o meu coração não para de pedir, não para de implorar que eu procure, porque deve ter em algum canto algo que me impulsione a ir atrás de você. Mas eu não saio do lugar, porque eu sei que não é certo. Comigo. Com você. Com a gente. Fomos felizes enquanto era pra ser. E se estamos aqui, é porque a felicidade não estava mais tão presente, tinha sobrado só a vontade de estar junto e isso, o que pra mim é muito difícil de entender, nem sempre é suficiente. Tenho que me lembrar disso de vez em quando, porque só assim tenho forças para aceitar que o nosso destino é seguir por caminhos distintos.

Comentários

  1. Oi Carol!
    Como sempre arrasando nos textos.

    Beijos.
    mundodavee.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Eu gosto muito de como você escreve, acho que é porque me identifico com suas palavras.

    http://doisquintos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Que texto triste maiiis lindo. Amei flor! Muito bom o jeito que você escreve.
    http://www.momentosassim.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi Carol! Passei pra te avisar que te indiquei em uma tag+selinho lá no blog, vem ver? rs
    Te sigo a um tempo, se quiser retribuir vou ficar feliz.
    Você escreve muito bem, e acho que todas as garotas já passaram por uma fase assim, e se não passaram, com certeza irão passar.

    http://jufindmehere.blogspot.com/2013/04/selinho-best-blog.html

    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Que texto lindo! Antes não acreditava muito nessa coisa de destino,até acontecer uma coisa comigo :/ Mas afinal,temos de aceitá-lo,não é? O que for pra ser,será.

    www.em-teusbracos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Super amei o texto, é meio triste quando as coisas não acontecem como realmente queríamos, e quando se trata do destino algumas coisas não da pra mudar né.
    Beijos.

    sonhosdegarota.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Simplesmente adoro seus textos!! Parabéns pelo blog!! Beijinhos..

    ➥ www.rolamuito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Adorei demais esse texto, muito perfeito e real, as vezes o melhor é cada um para o seu lado mesmo, tem coisas boas que tem o prazo de validade, infelizmente :/
    Beijinhos
    Facebook do blog
    conversando-com-a-lua.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Grande verdade, às vezes sobra só o amor, às vezes sobra só a vontade de amar.
    O fato é que, os elementos separados, não compõe um relacionamento! Escrevi sobre isso recentemente no blog também. hehehe.
    Amei seus textos! :)

    Beijos,
    Carol,
    www.caixa-a-a.com

    ResponderExcluir
  10. Adorei o seu blog e os posts...

    Estou te seguindo me segue tbm..

    Beijão
    http://anapaulinhaapas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. É realmente muito difícil aceitar quando cada um vai pra um lado e já não temos mais notícia um do outro, mas é mesmo como dizem... o tempo cura e cura mesmo, chega uma hora que nem faz mais falta e você nem se lembra a não ser que te lembrem.

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir

  12. Ola, querida, vim conhecer seu blog e acabei virando sua fã. Adorei tudo que vi por aqui. Ja estou te seguindo para estar a par das novidades... De uma passadinha la no meu blog tbm e venha me conhecer, viu? Ficarei muito feliz... Bjos

    Claudia Xavier
    Blog: http://www.claudiaxavierartesanato.blogspot.com/
    Fan page: https://www.facebook.com/ClaudiaXavierArtesanato
    Loja: http://www.elo7.com.br/claudiaxavierartesanato

    ResponderExcluir
  13. Olá, é a primeira vez que visito teu cantinho e já me apaixonei haha , ele é lindo demais *--*
    Adorei os posts !!
    Aproveito a visita pra te convidar a visitar as minhas redes sociais referentes ao meu blog :

    Blog : http://paaposdegarota.blogspot.com.br/
    Fan Page : https://www.facebook.com/PaposDeGarota
    Twitter : https://twitter.com/paaposdegarota
    You Tube : http://www.youtube.com/user/paposdegarota1?feature=mhee

    Qualquer coisa estou aqui (:
    beeijoos

    ResponderExcluir
  14. Oii, tudo bem? Estava passando por aqui e adorei o blog. Já estou seguindo... Segue de volta por favor? Espero que também goste do meu blog, ele fala sobre as bonecas da Monster High (: O link é: http://lala-mh-ecologico.blogspot.com.br/ Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Sério :D Você está cada vez melhor nos seus textos :D

    PEQUENA JULIETA
    pequena-julieta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Olá, vim para agradecer sua visita e dizer que no meu cantinho tem Novidades.
    Bjinhos, se cuida

    (desculpa pelo Ctrl C+Ctrl V, falta de tempo)

    ResponderExcluir
  17. Ai, que difícil é escrever isso...
    tipo, eu também acho tão triste o modo como as coisas acabam. A gente sempre acha que "ah, não vai ser assim comigo" e quando vê já foi :/

    Tá lindo o seu blog!

    @karlinhakv
    www.fizdecanetinha.com

    ResponderExcluir
  18. Me identifiquei muito com o texto, você escreve MUITO bem! *-*

    Beijos
    osdetalhesdeumavida.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. oi meu bem amei amei o blog
    tô seguinto ok ?!8 beijo beijo

    lilaslovemake.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Oi ^^ Não recebi o email ainda flor, tenta mandar de novo :D

    Novo layout, deixe sua opinião!
    PEQUENA JULIETA
    pequena-julieta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Amei o texto, incrível!

    www.cindereladementira.com.br

    ResponderExcluir
  22. Amanhã, dia 25/04, o post do blog será um pedido. Se não for demais para você , claro!
    Aqui quem fala, é uma amiga da Estéffani, dona do blog. Ela está estudando pra Matemática, então, eu vim dar o recado. Me desculpe pela inconvêniencia.

    beijos.

    @esteffanifontes, do blog Aos Dezesseis Anos
    aosdezesseisanos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  23. Muito bom o texto, adorei.
    Beijão <3

    Está rolando sorteio lá no blog, vem participar *-*

    www.detalhesamor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  24. Voce escreve tão bem*--*
    isso é como um pote de ouro pra mim.
    seguindo.
    blogrepepper.blogspot.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Você sabe o que você quer?

Depois de muito tempo sendo apenas passageira, vivendo totalmente sem rumo e sem um lugar para voltar, eu preciso de algumas certezas. Coisa boba, do tipo, o que você quer no momento? Digo, comigo. Com a vida. Com o amor. Está tudo envolvido, espero que saiba. Tudo ligado, mas também facilmente desligado, se for necessário . É que o seu jeito é uma junção de tudo que eu adoro, mas o meu jeito extrovertido é o que mais chama atenção em mim. O seu sorriso é lindo, mas o meu vive sendo elogiado também. Os seus olhos são claros e vivos, mas o meu são brilhosos e me revelam muito facilmente. Gosto do seu estilo e também do meu. A questão é que, todas essas coisas são superficiais ao mesmo tempo em que denunciam logo quando tem algo errado com a gente, já percebeu? Não quero sofrer novamente. Não quero me fechar, não quero perder o meu sorriso, não quero que as lágrimas inundem o meu rosto e principalmente, não quero passar a voltar a usar moletom. E engordar, me afundar, embara

Não estou indo para a forca!

Hoje o dia acordou cinzento e ensopado. Isso é diretamente responsável por 30% do meu mau humor matinal, tem coisa mais desanimadora do que acordar cedo no frio e com chuva? Liguei o chuveiro na temperatura pelando e sem pensar em horário, tomei um banho longo com o intuito de relaxar. Fiz um coração (e ainda escrevi a letra P) no espelho embaçado por causa do calor e após me arrumar, desci para tomar o meu café da manhã. Mamãe me deu um bom dia animado – mais que o normal. Papai apenas olhou para mim e sorriu de lado. E a minha irmã a essa hora ainda nem tinha levantado. Na televisão falava sobre exercícios importantes para o cérebro se manter ativo. Descobri que o meu deve estar para lá de sarado, porque a dica número um é ler . Enquanto o meu pão esquentava, eu arrumava a minha mochila para o longo e novo dia que estava por vir. Peguei o meu fone, “A Última Carta de Amor”, livro que estou lendo no momento e a minha carteira. Basicamente é disso que eu preciso. O celular já estava

2013

2013 . Quem se atreve a dizer que foi o melhor ou pior ano da sua vida? Se você consegue, sorte a sua! Para mim, confesso, ainda não consegui nem me decidir se foi um ano bom ou um ano ruim. Foi um dos anos que mais aconteceram coisas, muitas surpresas, decepções, novidades, recomeços...  Percebi que foram 365 dias bem divididos entre dias maravilhosos e dias tristes. E em cada área da minha vida tudo foi acontecendo de uma forma diferente da que eu esperava. Eu achei que em certo ramo estava estável e muito bem resolvida, mas exatamente nessa a vida me deu uma rasteira braba. Onde eu desejava tanto que algo acontecesse, não vi mudanças. Batalhei por objetivos que não foram alcançados, mas fui recompensada com surpresas incríveis.  E hoje eu posso ver que sobrou um imenso aprendizado. Aprendizado da vida, de mim mesma, das pessoas. Foi o ano em que mais fui exigida! Emocionalmente, com certeza. Mas também nas minhas responsabilidades, nas minhas relações, na minha mente