Pular para o conteúdo principal

Seja bem-vindo amor-próprio.


Saí por aquela porta dizendo que nunca mais voltaria. Ele não acreditou, eu já tinha dito essas mesmas palavras tantas vezes. Mas eu sabia que uma hora seria de verdade, devo ter falado as outras vezes para ir me preparando psicologicamente ou coisa parecida. E foi. Eu fui e não voltei. Ele ainda me esperou, ouvi dizer. Eu também estava esperando não aguentar ficar longe dele, mas não é que aguentei?
Passou o primeiro dia, a primeira semana, o primeiro mês. E chegou junto o primeiro beijo de outro cara. Foi bom sabe? Durou pouco tempo, mas não pensei em nada durante aqueles minutos. A vida seguiu o seu rumo, eu nem sei onde ele está, como anda, se ainda usa o cabelo bagunçado que eu reclamava. Não faço ideia se ele está feliz, se casou ou se ainda se lembra da gente. Mas nem quero saber, deixa pra lá.
Eu disse nunca mais, nunca mais de gritos e noites sem dormir, nunca mais daquele amor doentio onde a cura só encontrei depois. Eu disse nunca mais e isso é forte demais, exige coragem sabia? Coragem que descobri que tinha, mas estava escondida entre tanto orgulho picotado. Coragem de verdade, não aquela que você dizia ter, só por falar o que pensava e magoar os outros de graça.
Fui atrevida, deixei quem eu era – ou achava que era – e fui procurar pelo meu eu melhor. E encontrei, sabe. Encontrei pedaços de mim por aí, o meu orgulho se reergueu, a felicidade voltou para a mim. Desde então, tenho dito nunca mais para a via de mão única. E, todos os dias, repetido 'seja bem-vindo amor-próprio'.

Comentários

  1. Sempre arrasando nos textos né? Amei esse, ainda mais quando se trata de amaramo nós mesmos *--*
    Vim avisar que seu texto foi ao ar lá no blog.
    Obrigada por participar.
    Beijos

    sonhosdegarota.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Amei o texto muito lindo e bom para refletir.
    Adorei seu blog e já estou te seguindo retribui?

    www.feminicesemfoco.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Muito bom para refletir msm, gostei! :)

    Bjss;*
    olhardeumatimida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. AWn, pensei muito ao ler, adorei!

    Awnn, adorei o post! Beijos anjinho, até mais!
    @esteffanifontes, do blog Aos Dezesseis Anos
    aosdezesseisanos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Eu li o sei texto lá no "Sonhos de garota" e vim aqui ver o seu blog. Seu blog é muito fofo e eu realmente amei o seu texto.
    http://doisquintos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Que texto incrível *-*
    E sabe, todos os dias temos que olhar no espelho mesmo e agradecer por estarmos ali e amar cada pedacinho de nós mesmo :3

    Beijos
    Pepper Lipstick

    ResponderExcluir
  7. Vim lá da Iasmin e tens razão: amor próprio precisamos dele. Precisamos nos gostar pra depois gostar dos outros. beijos,chica

    ResponderExcluir
  8. Realmente amor próprio é o santo remédio para tudo, acho que isso é algo que nos deixa forte e impede dos outros de nos derrubar. Bjs e obg pela visita
    http://loucacompanhia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Vim la do blog da Iasmin hehe Gostei muito do seu blog e vou seguir, parabéns! :)

    Beijos
    osdetalhesdeumavida.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Que lindo, acho que só podemos amar alguém se nos amarmos
    beijos

    ResponderExcluir
  11. OI, seu texto ficou muito bom! Parabéns!!!
    To seguindo pois gostei muito do seu blog, prometo voltar mais vezes em seu blog, adorei!!
    se gostar segue o meu tbm?

    www.garotadeestilo.tk

    ResponderExcluir
  12. As vezes o importante é isso, deixar as coisas para trás, nos amar e viver, o que a vida nos reserva.

    ResponderExcluir
  13. Você que cria todos esses textos que tem no seu blog ?? *-* São perfeitos!!! Estou pretendendo fazer um post sobre seu blog lá no meu blog >< Você merece ser reconhecida, seus textos são demais!

    PEQUENA JULIETA
    http://pequena-julieta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Me passa seu email >< se tive ;')

    PEQUENA JULIETA
    http://pequena-julieta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. E é tão bom quando a gente consegue se livrar de quem nos fazia tão mal, né?
    Passei por isso faz um mês, eu disse adeus, sofri muito nas primeiras semanas mas estou tão magnífica agora! haha
    Um brinde a nós!

    Hey, é difícil mesmo achar blogs apenas com textos.
    virei mais vezes aqui!

    beijos

    ResponderExcluir
  16. Amor próprio é tão importante.Se sentir bem consigo mesma não tem preço :)

    Seguindo aqui!

    www.em-teusbraços.blogspot.com
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Estou precisando muito desse amor próprio!
    Beijos.

    http://esfriouocafe.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. AMEI o texto! Você que escreveu?
    Quem dera se todo mundo conseguisse seguir a vida assim e se tivesse mais amor-próprio. Não digo por mim, já que não sou do tipo que tem relacionamentos, mas pelos outros, que me jogam no meio do seu próprio relacionamento ou término, não gosto disso, e as pessoas não entendem. Não gosto de separações, lamentações, aquela intriga com a nova namorada... ai, isso cansa! E viva o amor-próprio!

    Obrigada pelo carinho. Beijos :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
  19. Adorei o texto, devemos se amar em primeiro lugar né ♥ assim poderemos ser capaz de tudo :D
    Beijinhos
    Facebook do blog
    conversando-com-a-lua.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Amei o texto. Amor próprio em primeiro lugar ;)

    Ps:Será que você poderia me ajudar?!
    É que eu estou fazendo uma 'brincadeira' e gostaria de pedir para você divulgar essa ideia. ;)
    http://chegueiparaajudar.blogspot.com.br/p/cartas-para-voce.html

    Se quiser, também participa. ;)

    Bjos. Nanda :)

    http://chegueiparaajudar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Oi c: Bom, então me mande um email só pra mim poder saber o seu rsrsrs... o meu é esse: lauriinha.liwy@gmail.com É que eu tenho uma oportuniade pra você, acho que você vai gostar :]

    Beijos :*
    PEQUENA JULIETA
    pequena-julieta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. O texto é da sua autoria mesmo?! Uaaaaaau, você manda muito bem!
    Acho que essa dica irá se encaixar bem para mim, sabe, não vivo/vivi decepções amorosas ainda, mas não tenho muito amor próprio.
    Gostei muito do blog, ainda mais quando estamos querendo ler algo gostoso e sem livro em casa (tá acontecendo isso aqui hahaha). Lindo layout!
    Beijos
    http://o-doce-mundo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Vc deveria escrever um livro! ótima escritora... um dia vou querer publicar seus textos no meu blog, de tão lindos que são!
    bjãooo

    ResponderExcluir
  24. Obrigada pela visita lá no blog.
    Adorei seu blog também. E esse texto lindo *-*
    Larissa.

    ResponderExcluir
  25. As vezes vc escreve o que sinto ou o que passo ou oq simplesmente eu deveria fazer algum dia..
    Mas sou tão teimosa que talvez seja tarde para muita coisa..


    Kisu
    www.eraoutravez.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Você sabe o que você quer?

Depois de muito tempo sendo apenas passageira, vivendo totalmente sem rumo e sem um lugar para voltar, eu preciso de algumas certezas. Coisa boba, do tipo, o que você quer no momento? Digo, comigo. Com a vida. Com o amor. Está tudo envolvido, espero que saiba. Tudo ligado, mas também facilmente desligado, se for necessário . É que o seu jeito é uma junção de tudo que eu adoro, mas o meu jeito extrovertido é o que mais chama atenção em mim. O seu sorriso é lindo, mas o meu vive sendo elogiado também. Os seus olhos são claros e vivos, mas o meu são brilhosos e me revelam muito facilmente. Gosto do seu estilo e também do meu. A questão é que, todas essas coisas são superficiais ao mesmo tempo em que denunciam logo quando tem algo errado com a gente, já percebeu? Não quero sofrer novamente. Não quero me fechar, não quero perder o meu sorriso, não quero que as lágrimas inundem o meu rosto e principalmente, não quero passar a voltar a usar moletom. E engordar, me afundar, embara

Não estou indo para a forca!

Hoje o dia acordou cinzento e ensopado. Isso é diretamente responsável por 30% do meu mau humor matinal, tem coisa mais desanimadora do que acordar cedo no frio e com chuva? Liguei o chuveiro na temperatura pelando e sem pensar em horário, tomei um banho longo com o intuito de relaxar. Fiz um coração (e ainda escrevi a letra P) no espelho embaçado por causa do calor e após me arrumar, desci para tomar o meu café da manhã. Mamãe me deu um bom dia animado – mais que o normal. Papai apenas olhou para mim e sorriu de lado. E a minha irmã a essa hora ainda nem tinha levantado. Na televisão falava sobre exercícios importantes para o cérebro se manter ativo. Descobri que o meu deve estar para lá de sarado, porque a dica número um é ler . Enquanto o meu pão esquentava, eu arrumava a minha mochila para o longo e novo dia que estava por vir. Peguei o meu fone, “A Última Carta de Amor”, livro que estou lendo no momento e a minha carteira. Basicamente é disso que eu preciso. O celular já estava

2013

2013 . Quem se atreve a dizer que foi o melhor ou pior ano da sua vida? Se você consegue, sorte a sua! Para mim, confesso, ainda não consegui nem me decidir se foi um ano bom ou um ano ruim. Foi um dos anos que mais aconteceram coisas, muitas surpresas, decepções, novidades, recomeços...  Percebi que foram 365 dias bem divididos entre dias maravilhosos e dias tristes. E em cada área da minha vida tudo foi acontecendo de uma forma diferente da que eu esperava. Eu achei que em certo ramo estava estável e muito bem resolvida, mas exatamente nessa a vida me deu uma rasteira braba. Onde eu desejava tanto que algo acontecesse, não vi mudanças. Batalhei por objetivos que não foram alcançados, mas fui recompensada com surpresas incríveis.  E hoje eu posso ver que sobrou um imenso aprendizado. Aprendizado da vida, de mim mesma, das pessoas. Foi o ano em que mais fui exigida! Emocionalmente, com certeza. Mas também nas minhas responsabilidades, nas minhas relações, na minha mente