Pular para o conteúdo principal

Vida de solteira, sabe como é.


Sabe dia de chuva? Digo, chuva mesmo, com vento, que molha a gente por completo e ainda quebra o guarda-chuva? Então. Esses dias geralmente acontecem quando eu tenho algo de importante, realmente importante. Muito importante de verdade. E semana passada eu tinha. Um encontro.

Não é para achar graça, porque para certas pessoas um encontro é algo comum. Mas para mim é algo extraordinário. Primeiro porque sou encalhada e quando pinta a oportunidade, tenho que aproveitar. Segundo porque eu acredito que encontrarei o amor da minha vida em cada um deles. Onde mais encontraria?

Quando saí de casa para trabalhar, o céu ainda estava azul. Mas após o almoço, o tempo mudou radicalmente e para minha sorte, começou a chover. Ventar. Relampejar. Trovejar. Ele não ligou cancelando o jantar (mas também não confirmou), o que me tranquilizou e me apavorou ao mesmo tempo.

Atravessando a rua mais movimentada do centro da cidade, o meu guarda-chuva quebrou, com isso, o resto da minha escova acabara de ir embora. E eu estava de saia social, bem colada, que modéstia parte, me deixa com um corpo sensacional. Só não conseguia me mexer direito, mas isso é detalhe. Detalhe que me custou um tombo, uma bunda molhada e um salto quebrado. Ah! E algumas risadas de quem passava no momento.

Mas eu não desisto fácil de absolutamente nada, principalmente de homem. Peguei o meu carro, dei um jeito no cabelo e passei uma boa maquiagem. Liguei o aquecedor e logo eu estava seca. Sentia que era hoje.

Mas o meu sexto sentido sempre funcionava, ao contrário. Esperei por uma hora e meia, tirando os trinta minutos que eu já tinha chegado atrasada. Tempo suficiente para eu perceber que havia levado um bolo. Faz parte. Vida de solteira, sabe como é. Pura ironia, puro desastre, pura garra. Além da pura esperança de que está cada vez mais perto encontrar o tal alguém.

Comentários

  1. Adorei o texto, tão real que até me identifiquei, parabéns!
    http://joanaquenaorimacombanana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Ai que texto triste hahaha! Passou por tudo isso pra no final levar um bolo? Que horror

    Beijinhos, Garota Inocente

    ResponderExcluir
  3. Gata, é real ou fictício? Porque se for real vamos se benzer! Beijos, Clara do www.nemsanta.com
    insta: Claravieirads

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fictícia!!! Algumas partes são reais sim, mas a base é fictícias! rss
      Mas acontece né? Já vi muito.....

      Excluir
  4. Texto engraçado. O que você escreveu "Segundo porque eu acredito que encontrarei o amor da minha vida em cada um deles" me lembrou uma frase que li ontem do Sérgio Vaz que dizem: As mulheres quando beijam não trocam saliva, depositam a alma. *-*

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Hahahaha, Jesus, cmo isso é triste!
    Eu já passei por poucas e boas antes do encontro, durante e depois... sabe como é né? Sorte(azar da porra) de solteira hahaha

    Identidade Aleatória
    Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha faz parte do pacote! Histórias para contar no futuro!

      Excluir
  6. Ola querida,
    Já estamos te seguindo !
    www.unhasebocas.blogspot.com.br
    www.facebook.com/pages/Unhasbocas
    OBS: TEM SORTEIO NO BLOG!

    ResponderExcluir
  7. Gostei.. Sempre existem os bad days. Mas esse foi o pior. hahahaha
    Beijos, Aline
    http://24diasdeprimavera.wordpress.com

    ResponderExcluir
  8. Achei que era real. Está muito bom o texto. Me diverti imaginando a cena.

    http://blogprefacio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. haha, eu deveria mandar para umas amigas solteironas. rsrsr
    Ameeeeei o texto!!! ♥

    beijoooos

    http://oicarolina.wordpress.com

    ResponderExcluir
  10. Triste, mas sempre interessante saber das experiências solterísticas alheias! hehe


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
  11. Fiquei me sentindo sortuda agora HEHEHEHEHE
    Lembrei de um filme da Lindsay Lohan, que ela é totalmente sortuda e o cara totalmente azarado e isso muda quando eles se beijam. Não lembro o nome, acho que é Sorte no Amor! HEHEHE

    Adorei o texto, como sempre, viu!

    beijos
    www.kvcomvoce.com

    ResponderExcluir
  12. kkkkk Adorei, um conto bem divertido, parece aqueles dias onde tudo da errado kkk
    Beijinhos
    Facebook do blog
    QUER GANHAR UM PAPEL DE PAREDE? PARTICIPE DO SORTEIO CLICANDO AQUI
    conversando-com-a-lua.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Adorei o texto! Beijos =)

    Nosso Capricho
    apsmass.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. "Mas eu não desisto fácil de absolutamente nada, principalmente de homem." kkkkkkkkkkk haja desespero!!

    Sensacional, adorei o texto. Bem divertido...

    Beijos!!
    http://dama-louca.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. HAHAHAHA
    Muito cômico Maria!
    Essa vida de solteira eu nunca tive sabe,pelo menos nos meus encontros nunca chovia rs.

    Ótimo texto,beijos.

    Ps: eu não sei porque não te seguia ;s

    http://psicodoce.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha! Sinceramente? Nem eu! Mas tenho amigas que já rs
      Ai que bom que seguiu agora então, isso que importa :)

      Excluir
  16. Tadinha gente, deu pena. Ninguém merece levar bolo não é? Mas em geral adorei o texto, mega bom.

    Beijos.

    http://papodajess.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Adorei o texto e é super chato levar um bolo. Af! :/ hahahha
    Beijos,

    marinaalessandra.blogspot.com
    @mariinaale

    ResponderExcluir
  18. Essa está desesperada mesmo hein?! kkkkkkkkkkkkk...

    Adorável Tédio | Fã Page

    ResponderExcluir
  19. Nunca levei um bolo, ainda bem rs!

    osdetalhesdeumavida.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. O amor: quanto menos a gente força, mais cedo ele chega! rs

    Beijos

    http://manuellamontesanto.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Ó, homem que me dá bolo no primeiro encontro já perde a chance. Nem um sms para desmarcar? Um whatsapp? Nada. Já acho deselegante desmarcar um encontro, mas avisando antes vá lá, mas nem aparecer e ainda por cima não desmarcar? Próximo!!! HAHA

    It's just my humble opinion!

    ResponderExcluir
  22. E essa é a vida de solteira, em busca de o encontro que vai dá certo, mesmo em chuva, ao contrário desse.

    www.iasmincruz.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Você sabe o que você quer?

Depois de muito tempo sendo apenas passageira, vivendo totalmente sem rumo e sem um lugar para voltar, eu preciso de algumas certezas. Coisa boba, do tipo, o que você quer no momento? Digo, comigo. Com a vida. Com o amor. Está tudo envolvido, espero que saiba. Tudo ligado, mas também facilmente desligado, se for necessário . É que o seu jeito é uma junção de tudo que eu adoro, mas o meu jeito extrovertido é o que mais chama atenção em mim. O seu sorriso é lindo, mas o meu vive sendo elogiado também. Os seus olhos são claros e vivos, mas o meu são brilhosos e me revelam muito facilmente. Gosto do seu estilo e também do meu. A questão é que, todas essas coisas são superficiais ao mesmo tempo em que denunciam logo quando tem algo errado com a gente, já percebeu? Não quero sofrer novamente. Não quero me fechar, não quero perder o meu sorriso, não quero que as lágrimas inundem o meu rosto e principalmente, não quero passar a voltar a usar moletom. E engordar, me afundar, embara

Não estou indo para a forca!

Hoje o dia acordou cinzento e ensopado. Isso é diretamente responsável por 30% do meu mau humor matinal, tem coisa mais desanimadora do que acordar cedo no frio e com chuva? Liguei o chuveiro na temperatura pelando e sem pensar em horário, tomei um banho longo com o intuito de relaxar. Fiz um coração (e ainda escrevi a letra P) no espelho embaçado por causa do calor e após me arrumar, desci para tomar o meu café da manhã. Mamãe me deu um bom dia animado – mais que o normal. Papai apenas olhou para mim e sorriu de lado. E a minha irmã a essa hora ainda nem tinha levantado. Na televisão falava sobre exercícios importantes para o cérebro se manter ativo. Descobri que o meu deve estar para lá de sarado, porque a dica número um é ler . Enquanto o meu pão esquentava, eu arrumava a minha mochila para o longo e novo dia que estava por vir. Peguei o meu fone, “A Última Carta de Amor”, livro que estou lendo no momento e a minha carteira. Basicamente é disso que eu preciso. O celular já estava

2013

2013 . Quem se atreve a dizer que foi o melhor ou pior ano da sua vida? Se você consegue, sorte a sua! Para mim, confesso, ainda não consegui nem me decidir se foi um ano bom ou um ano ruim. Foi um dos anos que mais aconteceram coisas, muitas surpresas, decepções, novidades, recomeços...  Percebi que foram 365 dias bem divididos entre dias maravilhosos e dias tristes. E em cada área da minha vida tudo foi acontecendo de uma forma diferente da que eu esperava. Eu achei que em certo ramo estava estável e muito bem resolvida, mas exatamente nessa a vida me deu uma rasteira braba. Onde eu desejava tanto que algo acontecesse, não vi mudanças. Batalhei por objetivos que não foram alcançados, mas fui recompensada com surpresas incríveis.  E hoje eu posso ver que sobrou um imenso aprendizado. Aprendizado da vida, de mim mesma, das pessoas. Foi o ano em que mais fui exigida! Emocionalmente, com certeza. Mas também nas minhas responsabilidades, nas minhas relações, na minha mente