Pular para o conteúdo principal

Se existe uma coisa que eu sou é decidida.


Quando eu estou apaixonada, eu estou de verdade. Sem meio termo, sem dúvida, sem pé atrás. Não que eu fique boba, mas eu realmente estendo os meus limites, deixo o meu coração comandar um pouquinho nesse meu caos. Faço de tudo para dar certo, me sacrifico, me viro e desviro quantas vezes forem preciso.

No entanto, quando eu quero distância de relacionamentos, não há nada que me faça mudar de ideia. Se eu decido tirar um tempo para mim, nem mesmo o Cauã Reymond aparecendo na porta da minha casa me pedindo em casamento, eu abro uma exceção. Falo sério.

Isso porque se existe uma coisa que eu sou é decidida e por isso, vou até o fim de tudo que me proponho a fazer. Mesmo que doa, mesmo que me desgaste, mesmo que eu esteja errada, o que eu prefiro é sempre pagar para ver. De toda e qualquer situação da nossa vida, a gente tira alguma coisa, então, nada nunca será em vão. E eu, sinceramente, prefiro ter tido a certeza de que fiz tudo, para realmente conseguir seguir em frente livremente depois caso não dê certo.

Mas eu vejo muitas pessoas infelizes por aí, e isso, simplesmente porque estão perdidas. Sem direção. Porque quando o calo aperta, pulam fora. Não conseguem seguir numa decisão por muito tempo, não aceitam o desafio por completo, apenas enquanto for conveniente e fácil.

E deve ser por isso que eu acho muito engraçado quando as pessoas ficam surpresas e dizem frases como: “nossa, mas você já esqueceu ele?”, “como assim você não está querendo namorar?” ou “você é maluca por insistir nisso!”. Eu sei o que eu preciso naquele momento, eu sei a conversa que tive comigo mesma e não, eu não sou maluca por ter aprendido a me ouvir e acreditar mais em mim.

Não são os outros que devem dizer do que eu preciso. Não é uma convenção, não é o senso comum. Ninguém me conhece tão bem quanto eu mesma e se o meu coração diz, por exemplo, que eu tenho de ficar sozinha por um tempo, Deus, por que vou contrariá-lo? É como decidir por ser infeliz. Não faz sentido.

Comentários

  1. Concordo com vc, eu sou do mesmo jeito, quando quero me afastar em um relacionamento, não ninguém no mundo que faça eu mudar de opinião. Lindo texto.

    Mixação | Um blog teen para quem pensa mix.

    ResponderExcluir
  2. Uma coisa é certa: essas pessoas não pagam suas contas, então vá ser feliz da maneira que você bem entender.
    Beijo, lindo texto!
    Nepente

    ResponderExcluir
  3. "Quando eu estou apaixonada, eu estou de verdade. Sem meio termo, sem dúvida, sem pé atrás. Não que eu fique boba, mas eu realmente estendo os meus limites, deixo o meu coração comandar um pouquinho nesse meu caos. Faço de tudo para dar certo, me sacrifico, me viro e desviro quantas vezes forem preciso" Me identifiquei.

    Eu só queria ser decidida, sempre acabo voltando atrás em uma decisão e isso acaba comigo :(

    Beijos
    Blog: http://setudopodeser.blogspot.com.br/
    Page: https://www.facebook.com/SeTudoPodeSerBlog
    Instagram: http://instagram.com/raaissaamaral

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como eu disse no texto, você acaba se perdendo. Não pode ser assim, Raissa!!

      Excluir
  4. Perfeito o texto parabéns, me identifiquei de verdade, sou persistente naquilo que eu quero, e detesto pessoas que ditam o que eu preciso ser ou fazer.
    beijo

    http://semtempestade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Alguém está com problemas com relacionamentos hein? haha'

    Eu te entendo e muito. Existem coisas que só o tempo pode
    curar, costurar ou amenizar. E abrir a mente é a principal delas.
    Quando acabamos uma relação, precisamos de tempo... É como
    um cházinho antes de dormir que nos relaxa e nos dá vigor no dia seguinte.

    Boa sorte!
    http://passaro-de-inverno.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem dera, viu? haha Só tenho pensado muito sobre esse assunto e isso me faz escrever!
      Mas é exatamente isso ai! :)

      Excluir
  6. Bem vinda ao clube, Carol! Costumo dizer que "basta você dizer que é solteira e as pessoas te tratam como uma infeliz". Acredito que é até por isso que muita gente desiste de ficar sozinha por um tempo, sabe, quando as pessoas me chamavam de maluca eu até acreditava nelas. Muita gente acha que relacionamentos são portas para a felicidade e acabam convencendo todo mundo disso, vai entender, né?
    Mas enfim, que bom que você está decidida! Continue assim, priorize você mesma! Li sua resposta no meu último comentário, e só te digo que toda essa convicção vem com o tempo!

    Beijo, com Deus!
    http://tudo-oquesou.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza não é! E deve ser por isso que o amor anda tão banalizado né?
      Mas estou sim. Na verdade, eu assim com tudo, quando quero algo, vou até o fim... Só que você já me conhece um pouco e sabe o quanto engrenar numa história de amor é o meu ponto fraco né??? rs
      Mas tô tentando, tô tentando!! Sem pressa de nada!

      Excluir
  7. Amei o texto, adorei <33 Suas palavras são tão ... Não sei explicar. Amei.
    pensamentosdefabs.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Busca sem sentido.

Toda vez que eu fecho os olhos, eles se abrem pra você. Toda vez que eu durmo para te esquecer, os meus sonhos te trazem pra mim. Parece ironia, parece injusto, mas cheguei à conclusão de que não, é apenas a vida me lembrando que eu não consigo sem você.
Te deixei, disse que precisava de um tempo sozinha. Queria navegar pelo mundo, descobrir terras novas. E realmente eu descobri muita coisa. Descobri que lá fora é tudo mais complicado e sombrio. Descobri que as pessoas não sorriam com tanta facilidade e que o amor andava sumido para muita gente e foi nessa que a minha ficha caiu. Elas estavam buscando por algo de que eu estava fugindo,
que sentido isso tem?
Demorou demais para que eu percebesse que eu tinha tudo que eu precisava bem ao meu lado. Não levei a sério a lei simples da vida de que toda escolha tem uma consequência e a minha, bem, não demorou muito para chegar. Eu te deixei escapar. Te deixei livre demais e com isso, te perdi. Soube que você está feliz e que tem sido visto com…

Sorte no amor.

Para com essa história de que tem azar no amor. E desde quando existe isso? Coisa mais sem cabimento! É mais fácil você ter azar no jogo mesmo, mas não no amor. Por que? Ele tá aí, disponível até demais e tanta gente se esquivando. E ainda querem culpar o pobre coitado! O que falta é sensibilidade, atenção aos detalhes. Ou você acha que ele, grandioso como é, vai chegar com uma placa ou uma sirena para que você o note? Não mesmo. Ele vem em silêncio, chega tomando conta, mas sem avisar. E é bem ligeiro também, ele não pode te esperar para sempre. Seja compreensiva vai, ele tem um mundo inteiro para rodar e se levar para as pessoas. Não pode ficar esperando que você o perceba e depois ainda que você se decida se é ou não a hora certa. Por isso, não sai por aí falando mal dele não, menina. Já viu trabalho mais ingrato que esse? Traz tanta coisa boa pra vida de uma pessoa e no final, acreditem, ainda conseguem estragar com a sua fama. Vai ver é por isso a falta de amor nesse mundo, todos…

Sobre o lançamento + sorteio

Oi gente linda, primeiramente eu gostaria de agradecer por tantos comentários no outro post. Foram palavras de incentivo, elogios e vi o quanto vocês realmente ficaram felizes com a minha conquista. Muito, muito obrigada mesmo!

Por esse motivo, sinto-me na obrigação de contar para vocês um pouquinho de como foi lá né? Então, o evento em si foi muito bacana e tive a chance de encontrar com outros autores iniciantes e também com outras publicações, dividindo experiências e trocando conselhos. Um pouco antes do lançamento, teve um bate papo com o diretor da editora, os organizadores das antologias e todos os autores presentes, o que, para mim, foi um momento de muito aprendizado!

Quando chegou a hora do lançamento, foi uma surpresa muito boa! Troca de autógrafos entre os autores da antologia, autógrafos para os convidados e participantes do evento, muuuuuuuitas fotos! Foi um momento muito divertido e descontraído... E eu me senti uma estrela!!! hehe

Bom, foi um experiência muito especial…