25 outubro 2011

Escopo

As vezes eu começo a desacreditar… Por que daria certo? Você fogo, eu gelo. Você certeza, eu indecisão. Você solução, eu problema. E a infinidade de diferenças e desencontros, me desenganam. Mas já dizia Cazuza: “Se a história é de amor, não pode acabar mal”, encontro então um propósito para o meu coração. Acredito. Acalmo. Espero.

Maria Carolina Araujo