24 fevereiro 2013

Feito amostra grátis


Começou de uma hora para outra e acabou num piscar de olhos. Como se fosse uma amostra grátis, sabe? A gente ganha da revendedora ou quando passa em frente à loja de perfume, mas tem aqueles que são tão bons que a gente bota na necessaire evai usando. Perfume novo, a gente se sente bem e as pessoas até percebem e elogiam. A gente nem pensa em comprar outro, já percebeu? Vai usando, usando, usando e ops, última gota! “Depois eu comprou um vidro”. Às vezes compra, às vezes não. E a gente não comprou. Acabou. Sem dor, é verdade. A gente se sentia bem um com o outro, eu levei para a sua vida um novo aroma e você trouxe um novo estilo pra minha. A gente foi vivendo e esqueceu que tudo precisa de atenção para eventuais reposições, uma pena. Esse gostinho de quero mais não me deixa em paz sabia? Talvez eu volte na loja que eu te ganhei, talvez eu compre um frasco de 500 ml e também te envie um de presente. Ou talvez eu deixe pra lá. Se tivesse que ter continuidade, a gente teria lembrado, teria trabalho para isso. Prefiro que as boas lembranças insistam em ficar, do que depois eu tenha que insistir em esquecê-las. 

Maria Carolina Araujo

18 fevereiro 2013

É isso ou nada.



Não chega sorrindo desse jeito, não chega fazendo a minha cabeça sonhar porque senão eu não aguento. Eu me dou pra você e você vai ter que me aguentar. E tem que ser pra valer. Se eu for, você promete cuidar do meu coração? Você promete que não vai enlouquecer com as minhas loucuras e vai me colocar para dormir depois um dia ruim? Você promete que as minhas mensagens de bom dia serão sempre bem-vindas e que receberei as suas de boa noite? Não, você não pode fugir quando eu demonstrar que te amo demais, mas sim, sorrir, me amar do mesmo jeito, me dizer que nunca vai embora. Você vai dizer que eu estou linda quando formos a uma festa, mas dizer que eu sou linda ao acordar? Vai ser assim? Você vai estar ali quando eu olhar para o lado, para frente e para trás? Porque é isso que eu quero saber. É isso que o meu coração coloca como condição, se não, não chega mais perto, não vem com esse jeito irresistível. Tô poupando dores desnecessárias, amores unilaterais e noites sem dormir. Mas se você for me fazer feliz, eu me rendo. 

Maria Carolina Araujo

14 fevereiro 2013

Eu sou tua.


Eu sou tua. Você só precisa ficar aqui e fazer o seguinte: Sorrir dessa maneira e me fazer um cafuné quando estivermos vendo um filme. Não me atrapalhar quando eu estiver lhe dando uma bronca ou extravasando depois de um dia ruim, mas ao final, respirar fundo e me dizer que as coisas não são bem assim. Se vestir da mesma maneira, talvez sem aquela bermuda surrada que você tem desde os 16 anos, mas pode continuar a usar a sua blusa lilás que eu adoro. Continuar me mandando mensagens de bom dia e de boa noite e me ligando de vez em quando, só pra variar. Ser cavalheiro quando necessário e ser você mesmo, brincalhão e sem noção quando não puder também. Pode continuar sendo educado com a minha mãe e amigão do meu pai. A minha irmã gosta de você sendo os dois com ela. Isso me deixa feliz e tranquila quanto a minha escolha. Me beijar na testa quando estivermos no meio de tanta gente e aquele beijo que só você sabe me dar, nos momentos a sós, também pode continuar. Não fuja quando eu for ogra demais com você e nem quando eu estiver mais carente que o normal. Pra facilitar, quer uma dica? É só fazer o que tem feito desde que te conheci, tudo que me conquista todos os dias. Porque assim continuarei pertencendo a você, somente a você.

Maria Carolina Araujo