Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2016

E talvez eu te esqueça.

Eu preciso ser honesta comigo mesma: você não me quer mais. Você deixou isso tão claro que, caramba, por que eu fico tentando me enganar, distorcendo pateticamente a realidade? Perceber o fim, dói, mas é a verdade e a verdade geralmente dói mesmo. A verdade olha no olho. Escancara. Grita. Insiste. E ok, bom trabalho, já entendi.

Só que aceitar que a nossa história acabou é tirar um peso gigante das costas e ao mesmo tempo me sentir completamente perdida. Isso faz algum sentido? 

Por isso hoje, mais do que nunca, eu não sei o que esperar da noite que se aproxima. Talvez eu decida ir a um bar com um pessoal qualquer, só para garantir que eu vou chegar anestesiada. Talvez eu apareça na porta da minha melhor amiga destruída e chore até de manhãzinha. Talvez eu invente uma desculpa para faltar o trabalho amanhã e poder ficar na cama assistindo a nossa série preferida, comendo o nosso sorvete preferido, só pra te manter aqui mais um pouco.
Talvez.
Mas talvez eu não me permita chorar mais nem um…