Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2014

Sobre o que os doutores em amar dizem...

Eu sempre achei graça do quanto as pessoas se acham doutores em amar. Saem por aí distribuindo conselhos e o mais engraçado disso tudo é quem os escuta né? A gente ouve tanta coisa, ensinamentos que são passados de geração em geração, dicas chaves e testemunhas de como fazer dar certo! 

Dizem que ignorando que o cara dá valor. Que mulher não pode tomar a iniciativa, porque pega mal. Que o homem também não deve ser muito carinhoso se não as mulheres enjoam. Não pode ligar muito cedo depois que saíram pela primeira vez, porque se não parece ansiedade, mas também não pode demorar demais porque se não parece descaso. 

Enfim, são inúmeras as recomendações de como proceder na “arte da conquista”! Mas eu sempre me perguntei: Desde quando existe fórmula para isso? Se fosse fácil desse jeito, estaríamos todos comprometidos, nada de sofrimento por "amor" não correspondido, não acham? A questão é muito mais complexa e, no entanto, muito mais simples, se quer saber. 

Na minha humilde opini…

Só é estranho.

É completamente estranho ter que voltar a viver sozinha, depois de um longo tempo dividindo a vida com alguém. Não estou dizendo que é ruim, nem bom, isso é muito particular de cada história. Só é exatamente como eu disse no início: Estranho. É que é inevitável não se acostumar. Nós, seres humanos, adoramos o conforto e acredito que não exista nada mais confortável no mundo do que ter um parceiro, um melhor amigo, um amante, e tudo isso em uma mesma pessoa.
É simplesmente incrível e fácil de viciar. Daí os dias se tornam mais completos porque você pode contar àquela pessoa sobre o dia insuportável que teve ou da prova que arrebentou na faculdade. Pode comentar sobre a nova música que o seu ídolo lançou e mandar para o e-mail dele um texto que achou a cara de vocês. Ou um algum texto de sacanagem só para apimentar a relação.
Pode falar que está com saudade mais de uma vez no dia, porque não vai soar estranho. Não para aquela pessoa. Você pode planejar o que farão no final de semana sem …

De grão em grão...

Hoje eu me dei conta de que estava diferente. Não cortei o cabelo e muito menos estou mais magra. Continuo baixinha e com as pontas loiras no cabelo. Achei que era bobagem minha, afinal, a gente não muda de repente, não é? Mas encontrei um amigo que me disse que tinha notado algo de novo em mim, mas não sabia o que era. Uma amiga, um pouco depois, fez um comentário semelhante, dizendo que algo tinha mudado comigo. Sorri interiormente, meu coração aqueceu.
E eu voltei para casa, depois de uma manhã inteira ansiando por um momento de reflexão. E enquanto ouvia um CD de rap que ganhei de um amigo, consegui parar para pensar sobre a minha vida atualmente. Algo que a gente tem um pouco de dificuldade de fazer, já percebeu? Talvez por medo de perceber algo que não queremos saber – ou que tenhamos tentado ignorar anteriormente.
Mas então, eu percebi coisas boas - a meu ver. Percebi que estou mais paciente. E isso é algo que eu nunca soube ser, nunquinha, em toda a minha vida. Pela primeira vez…

É a hora ou a pessoa que é errada?

É realmente muito bonito terminar um relacionamento em que o cara (ou a garota) diz “você é a pessoa certa, mas apareceu na hora errada”. A frase torna o momento dramático e sincero e depois disso cada um vai para o seu lado. Ele com a certeza de que conseguiu uma boa explicação para a menina e ela com um sentimento de conformismo, quase entendendo o lado dele.
Mas eu, na minha revolta particular, nunca entendi muito bem essa frase. Afinal, por que é a hora errada? Ou melhor, o que é a hora errada, na verdade? Vocês moram a 100 mil km de distância um do outro? Você tem uma doença incurável que vai fazê-lo morrer daqui alguns dias? Tem religiões diferentes que proíbem o relacionamento? Ah não? Então peraí, qual é o impecilho?
Por favor, o amor é mais forte que tanta coisa (para não falarem que eu exagerei ao dizer que mais forte que tudo!), sabe? O que faz um relacionamento ter acontecido na hora errada, é somente, um dos dois não querer mais. Simples assim. Não se sentir envolvido sufi…