14 fevereiro 2013

Eu sou tua.


Eu sou tua. Você só precisa ficar aqui e fazer o seguinte: Sorrir dessa maneira e me fazer um cafuné quando estivermos vendo um filme. Não me atrapalhar quando eu estiver lhe dando uma bronca ou extravasando depois de um dia ruim, mas ao final, respirar fundo e me dizer que as coisas não são bem assim. Se vestir da mesma maneira, talvez sem aquela bermuda surrada que você tem desde os 16 anos, mas pode continuar a usar a sua blusa lilás que eu adoro. Continuar me mandando mensagens de bom dia e de boa noite e me ligando de vez em quando, só pra variar. Ser cavalheiro quando necessário e ser você mesmo, brincalhão e sem noção quando não puder também. Pode continuar sendo educado com a minha mãe e amigão do meu pai. A minha irmã gosta de você sendo os dois com ela. Isso me deixa feliz e tranquila quanto a minha escolha. Me beijar na testa quando estivermos no meio de tanta gente e aquele beijo que só você sabe me dar, nos momentos a sós, também pode continuar. Não fuja quando eu for ogra demais com você e nem quando eu estiver mais carente que o normal. Pra facilitar, quer uma dica? É só fazer o que tem feito desde que te conheci, tudo que me conquista todos os dias. Porque assim continuarei pertencendo a você, somente a você.

Maria Carolina Araujo 

0 comentários:

Postar um comentário