29 março 2017

Amigos, eu vou errar de novo.


Eu só queria dizer que eu jurei que "dessa vez ia ser diferente", que eu aprendi a lição e seria totalmente desapegada, mas não acreditem. Nada vai mudar. O meu coração é besta e ele não vai deixar de ser.

Eu vou continuar me apaixonando por um sorriso bonito em meio à multidão imprensada no ônibus. Vou sentir o coração acelerar se o carinha da noite anterior me mandar mensagem de bom dia. Vou ficar pela primeira vez e já decidir o dia do casamento e o nome dos nossos filhos. Vou aceitar namorar, mesmo que seja pela sexta vez - em um ano. Vou me entregar, vou quebrar a cara, chorar por algumas noites e fazer tudo de novo.

Porque eu não consigo ser feito essas pessoas que são medrosas, que nunca estão totalmente envolvidas por receio de acabar se machucando. Eu não sei viver pela metade, desviando de olhares e experiências. Eu quero pecar pelo excesso, eu quero apostar as minhas fichas em tudo que fizer o meu coração acelerar, não importando quanto tempo a felicidade dure. 

Por isso, amigos, eu vou errar de novo. Talvez vocês ainda recebam muitas ligações desesperadas em plena madrugada e também muitas mensagens contando de algum encontro com o mais recente "homem da minha vida". Talvez eu diga que tenho certeza que encontrei a pessoa certa e, na semana seguinte, afirme que desisti do amor e nasci para ficar sozinha. 

A verdade é que só quem se arrisca a brincar nessa montanha-russa sabe das consequências: é um sobe e desce de emoções infinitos e, bem, é exatamente essa a graça pra mim. Só não sei se vocês acham tão engraçado assim...

Comente com o Facebook:

1 comentários:

  1. A graça da vida é viver no limite,sentir tudo com intensidade e por completo. Senão, não vale a pena viver.
    Bj e fk c Deus
    Nana
    http://procurandoamigosvirtuais.blogspot.com

    ResponderExcluir