Pular para o conteúdo principal

É a hora ou a pessoa que é errada?


É realmente muito bonito terminar um relacionamento em que o cara (ou a garota) diz “você é a pessoa certa, mas apareceu na hora errada”. A frase torna o momento dramático e sincero e depois disso cada um vai para o seu lado. Ele com a certeza de que conseguiu uma boa explicação para a menina e ela com um sentimento de conformismo, quase entendendo o lado dele.

Mas eu, na minha revolta particular, nunca entendi muito bem essa frase. Afinal, por que é a hora errada? Ou melhor, o que é a hora errada, na verdade? Vocês moram a 100 mil km de distância um do outro? Você tem uma doença incurável que vai fazê-lo morrer daqui alguns dias? Tem religiões diferentes que proíbem o relacionamento? Ah não? Então peraí, qual é o impecilho?

Por favor, o amor é mais forte que tanta coisa (para não falarem que eu exagerei ao dizer que mais forte que tudo!), sabe? O que faz um relacionamento ter acontecido na hora errada, é somente, um dos dois não querer mais. Simples assim. Não se sentir envolvido suficientemente, não sentir que aquela pessoa é realmente a pessoa certa. Existe algo mais óbvio que isso?

Porque, convenhamos, quando a gente ama de verdade, a gente tenta de tudo para fazer acontecer. A gente abre mão de nós mesmos, engole o orgulho, se arrisca sem nem pensar. Com uma coragem louca, a gente suporta e ultrapassa até os maiores obstáculos que a vida pode decidir colocar no caminho. Tornamo-nos mais forte e isso é o incrível e inexplicável do amor.

Então, se realmente acreditamos que aquela pessoa é a certa para nós, a gente dá um jeito. Não importa qual! Afinal, não haverá outra melhor, que mais se encaixe, que transforme tão facilmente o errado em certo, perfeito.

Por isso, o que fica claro para mim é que, com uma conversa mole dessas, não é a hora que é errada, mas sim a pessoa que fala uma coisa dessas. Que utiliza de um clichê barato para maquiar a sua cara lavada - e covarde.


Comentários

  1. Adorei seu texto, passei para uma visitinha e adorei seu blog, super fofo, bjs.
    www.girlsteensgn.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Me perdoa, te pertubar, mas estou começando um blog, se poder me seguir agradeço. bjs já estou seguindo o seu. http://olhardeumgaroto.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Adorei o texto e super concordo com tudo! Já cansei de ver casais que moram em países diferentes tendo um relacionamento bom (não ótimo, porque é quase que impossível) mas aquele relacionamento satisfatório, sabe? Não tem desculpas. O que já aconteceu comigo acidentalmente foi sim de uma pessoa aparecer na hora errada e até melhorar o meu humor por alguns dias, mas depois eu perceber que era tudo ilusão. Quando você tá mal por causa de algo e ai aquela pessoa aparece, faz você melhorar um pouquinho, mas logo depois você se decepciona com essa pessoa. E bom, acho que é isso.

    Bitocas!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, acho que é isso! Para mim se resume em falta de vontade mesmo.

      Excluir
  4. Eu concordo em termos com o que você disse.
    Eu namorei com um cara por três anos - era claro que nós dois nos amávamos. Tipo, não tinha dúvidas do que eu sentia por ele, e ele também não tinha a menor dúvida. A gente era realmente feliz - não éramos o casal perfeito, claro. Brigas sempre acontecem.
    E a vida acontece também.
    Ele repetiu o primeiro ano do colegial, então eu me formei antes. Nós dois fazíamos curso técnico integrado ao médio. No meu último ano do colegial, eu estava fazendo estágio, porque era obrigatório para que eu pegasse o diploma, e cursinho, tudo ao mesmo tempo do colégio. Tempo, eu não tinha. Mas eu precisava terminar o estágio, se não não me formaria - e precisava estudar pro vestibular.
    Ele não estava na mesma fase que eu - ele ainda tinha mais um ano pela frente, e não entendia a minha rotina. Não entendia a mudança brusca de tempo que tivemos.
    Por mais que a gente se amasse, por mais que a gente quisesse estar junto, naquela hora não ia dar certo; não do jeito que a gente queria.
    Pessoa certa, hora errada.

    Beijos, Luisa
    Degradê Invisível

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que tudo é uma questão de ponto de vista, no meu, sem querer parecer rude, acho que faltou um pouco mais de vontade para fazer dar certo. Não sei se sua, ou dele, e isso não vem ao caso. Mas afinal, deu certo até esse momento, então ele não apareceu nesse momento complicado, nessa tal hora errada, consegue me entender?

      Excluir
  5. Concordo completamente com você. Há tempo errado, sim, há pessoa errada, também. Namorei caras que eram errados em tempo certo e namorei caras errados em tempos errados. MHá dessas coisas, rs.
    Beijos!

    www.mabeato.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Concordo com você Carol, não existe hora errada, essa é a pior desculpa.
    A pessoa não gosta mais, não quer mais e põe a culpa no momento.

    www.iasmincruz.com

    ResponderExcluir
  7. Típico de quem não se conhece e não sabe o que quer.
    Com o caráter do tipo: Enquanto não vem a pessoa certa, me divirto com a errada...
    Eu desgosto profundamente ¬¬'

    Beijos
    http://manuellamontesanto.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Ah, eu entendo maaaaais ou menos quando as pessoas falam isso... Mas não no contexto de que as duas estão apaixonadas, amam e a hora é errada. Eu entendo que algumas pessoas aparecem em horas que estamos frágeis e machucados e superar isso demora. Seria injusto e até meio equivocado colocar alguém no lugar de uma ferida não fechada. Então, até aí, é alguém apaixonado e outro alguém em processo de recuperação, meio que fechado pra balanço. Pra mim, essa é a hora errada. Aquela pode ser a pessoa certa, mas você não tá livre, seu coração não tá livre... Sabe? Agora, duas pessoas que já estão apaixonadas, aí sim, eu concordo que podem superar os obstáculos. É persistência, lutar pelo amor faz parte de amar. Agora se obrigar a amar, ou tentar amar pra superar... acho que não dá certo. Sei lá se você entendeu HEHEHEHE

    Um beijo
    www.naotenhopressa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendi Karla, minha opinião é isso ai mesmo! Antes de acontecer, é completamente normal a gente dizer que aquela pessoa apareceu na hora errada, até porque, acontece mesmo né? Massssss como falei no exemplo, já vi gente terminando assim. E cara, como assim????

      Excluir
  9. Legal seu ponto de vista, Carol, mas eu acrescentaria uma coisa: pode não haver a "hora certa", mas acredito que haja a "melhor hora". Pense bem, compare um relacionamento de adolescentes com um relacionamento de adultos - a maturidade não ajudaria a engolir as diferenças e construir um relacionamento mais firme? Sem contar nas briguinhas bobas de casais de pouca idade.
    Concordo com você que não existe hora errada, a pessoa que é errada, mas saber o momento certo de entrar em um relacionamento é o que vai fazer toda a diferença - pena que as pessoas não sabem mais esperar, né?

    Beijo,
    http://tudo-oquesou.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah sim, claro! Isso aí é um acréscimo, um outro tópico e eu concordo muito com você sim.

      Excluir
  10. Acho que pior que gente que fala isso é gente que fala: "Não é você, sou eu", pelamor, soa tão dramático, hahaha!

    Desculpe o sumiço, mas as minhas aulas voltaram e raramente eu acesso a blogsfera de dia de semana agora :\ Mas de vez em quando eu vou aparecer (:

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha poise!!
      Sem problemas Nina, também estou suuuuper sumida do seu pelos motivos que te falei :((

      Excluir
  11. Tbm concordo com que a Glenda disse. Vc tbm abordou algo interessante, pois se foi a pessoa certa quando será a hora certa? Aposto que muitos desses relacionamentos nem voltam e acabam achando outras pessoas. Acredito que isso é um jeito ' bonitinho' de terminar, igual 'dar um tempo' já 'não é vc sou eu'' é aa mais.. Ridículo essa atitude, claro que já falei isso mas disse além disso, falando que não tava mais na vibe e não queria enganar ninguem, essa é verdade.. Agora não dizer nem meia duzia de palavras e foi por isso mesmo é demais ..
    Acho que estou entendo seu sumiço, mas não some não poxa, coloque em textos, em frases, em fotos, não um recado e sim apenas um desabafo. Mas entendoo. Quando fico triste eu sumo de tudo que me liga ao mundo.
    Por outro lado, saiba que nos suas leitoras estamos aqui ^^
    Se cuida Carol *--*

    Kisu
    www.eraoutravez.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente!! Concordo com você, tudo é a forma como se fala, a verdade e tudo mais.
      Ah, acho que entendeu um pouco errado Pamela, estou sumida por causa dos estudos, tem me consumido muito... Outros problemas, como você deve imaginar, eu recorro a escrever mesmo. É a melhor terapia mesmo! :)
      Obrigada pelo carinho e preocupação, de verdade!

      Excluir
    2. Owu. Menos mal eu diria. Ficar triste não dá né.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Você sabe o que você quer?

Depois de muito tempo sendo apenas passageira, vivendo totalmente sem rumo e sem um lugar para voltar, eu preciso de algumas certezas. Coisa boba, do tipo, o que você quer no momento? Digo, comigo. Com a vida. Com o amor. Está tudo envolvido, espero que saiba. Tudo ligado, mas também facilmente desligado, se for necessário.
É que o seu jeito é uma junção de tudo que eu adoro, mas o meu jeito extrovertido é o que mais chama atenção em mim. O seu sorriso é lindo, mas o meu vive sendo elogiado também. Os seus olhos são claros e vivos, mas o meu são brilhosos e me revelam muito facilmente. Gosto do seu estilo e também do meu. A questão é que, todas essas coisas são superficiais ao mesmo tempo em que denunciam logo quando tem algo errado com a gente, já percebeu?
Não quero sofrer novamente. Não quero me fechar, não quero perder o meu sorriso, não quero que as lágrimas inundem o meu rosto e principalmente, não quero passar a voltar a usar moletom. E engordar, me afundar, embarangar. Prefiro e…

Não tenha medo de amar.

Uma coisa que eu aprendi a não ter medo é de amar. Sabe, igual todas as meninas tem? Preferem crucificar os homens, postar textos do Caio Fernando Abreu no Facebook e fica oscilando entre fingir ter amor-próprio e gritar ao mundo o quanto está sofrendo por um babaca qualquer. Parece que é mais fácil reclamar do que mudar uma realidade. Do que arriscar novamente.

Azar do cara que te largou, que te trocou, que te fez sofrer. Bola para frente, ele não é o último homem da face terra e pensando pelo lado positivo, menos um idiota que encontrará pelo caminho. Sua chance de esbarrar com alguém bacana aumentou em alguns por centos, não vê?

Generalizar que todos os homens não valem nada, que a vida é injusta, que você nunca mais vai querer outro relacionamento, sinceramente, não vai adiantar de nada. Quando o amor chegar novamente, não vai ter como fugir e tendo essas besteiras como pensamento, só vai atrasar (ou até mesmo estragar) toda uma história que te estava reservada. Você vai ficar se …

Sobre o lançamento + sorteio

Oi gente linda, primeiramente eu gostaria de agradecer por tantos comentários no outro post. Foram palavras de incentivo, elogios e vi o quanto vocês realmente ficaram felizes com a minha conquista. Muito, muito obrigada mesmo!

Por esse motivo, sinto-me na obrigação de contar para vocês um pouquinho de como foi lá né? Então, o evento em si foi muito bacana e tive a chance de encontrar com outros autores iniciantes e também com outras publicações, dividindo experiências e trocando conselhos. Um pouco antes do lançamento, teve um bate papo com o diretor da editora, os organizadores das antologias e todos os autores presentes, o que, para mim, foi um momento de muito aprendizado!

Quando chegou a hora do lançamento, foi uma surpresa muito boa! Troca de autógrafos entre os autores da antologia, autógrafos para os convidados e participantes do evento, muuuuuuuitas fotos! Foi um momento muito divertido e descontraído... E eu me senti uma estrela!!! hehe

Bom, foi um experiência muito especial…