Pular para o conteúdo principal

Só é estranho.


É completamente estranho ter que voltar a viver sozinha, depois de um longo tempo dividindo a vida com alguém. Não estou dizendo que é ruim, nem bom, isso é muito particular de cada história. Só é exatamente como eu disse no início: Estranho. É que é inevitável não se acostumar. Nós, seres humanos, adoramos o conforto e acredito que não exista nada mais confortável no mundo do que ter um parceiro, um melhor amigo, um amante, e tudo isso em uma mesma pessoa.

É simplesmente incrível e fácil de viciar. Daí os dias se tornam mais completos porque você pode contar àquela pessoa sobre o dia insuportável que teve ou da prova que arrebentou na faculdade. Pode comentar sobre a nova música que o seu ídolo lançou e mandar para o e-mail dele um texto que achou a cara de vocês. Ou um algum texto de sacanagem só para apimentar a relação.

Pode falar que está com saudade mais de uma vez no dia, porque não vai soar estranho. Não para aquela pessoa. Você pode planejar o que farão no final de semana sem medo, mas também planejar algo para daqui algumas semanas, meses ou anos. É completamente normal e cabível! Diz o que está fazendo ou aonde vai, não por ter de dar satisfação, mas por gostar de compartilhar com aquela pessoa os seus momentos, mesmo que estejam longe.

São pequenas coisas, mínimas, para falar a verdade, e só percebemos a falta que faz quando simplesmente somos obrigados a parar de fazê-las. E são elas, por pura ironia, que deixam o maior buraco e dificultam que sigamos em frente tão facilmente. Temos de aprender a caminhar sozinhos novamente. E não apenas fisicamente, porque isso é o de menos, tanta gente namora a distância né? É um estar sozinho muito mais perturbador. É perder um outro ponto de vista, perder palavras incentivadoras, de amor e de compreensão. Perder uma companhia, um futuro já sonhado junto, uma outra família que tinha ganhado.

Isso não é o fim do mundo, lógico que eu sei e você também deve (ou deveria) saber disso. Ninguém morre após o fim de um relacionamento, passamos por tantos em nossa vida né? O que não invalida o que eu estou tentando dizer que é completamente estranho ter de encarar cada novo final/recomeço com naturalidade. Ainda mais para os românticos assumidos como eu! Quando vai chegar o meu tão aguardado "e foram felizes para sempre"? 


Comentários

  1. O final é sempre estranho, doloroso e recomeçar mesmo não sendo fácil é inevitável.
    A vida é cheia de idas e vindas, é obrigado se acostumar até que um dia chegará o feliz para sempre.

    www.iasmincruz.com

    ResponderExcluir
  2. O fim é tão estranho quanto ruim, tirando as coisinhas que fazemos com a outra pessoa no dia a dia, tem as manias que pegamos. Impossível não lembrar delas. E digo o mesmo do começo de outro relacionamento, você tem que se acostumar com outra pessoa que tem outras manias e gostos. A esperança é que tudo dê certo!
    Lindo, lindo. Dei uma sumidinha, mas voltei! hehe

    Beijos,
    Nepente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, viu? Concordo. Acostumar e desacostumar são duas coisas complicadas! rs
      Ah que bom que voltou!! =) Obrigada linda!

      Excluir
  3. Começo é estranho, fim é estranho... acho que, no final, os estranhos somo nós.
    Bj e fk c Deus.
    Nana
    http://procurandoamigosvirtuais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. "O fim". Já escrevi tantos textos sobre ele. Mas parece que a cada vez ele tenta ser mais impiedoso, não é? Como você disse, o problema está exatamente nas pequenas coisas, são elas que nos fazem apegar, sonhar... E, de repente, parece tão estranho não receber nenhuma mensagem perguntando "como foi seu dia?", ainda que a gente não tenha nada pra contar isso faz falta.
    E o "felizes para sempre" vai chegar, mas só quando a gente aprender a deixar de olhar pra trás e não esperar por ele! Eu odiava quando me diziam isso, mas faz todo o sentido!

    Beijo, com Deus!
    http://tudo-oquesou.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza... Mas depois a gente também se acostuma. Como tudo na vida, eu acho. A gente aprende a lidar!
      Hahaha concordo... Não acho tão ruim assim, só que na hora não é bem o que a gente quer escutar né? rs

      Excluir
  5. Sabe me lembrou há 1 ano atrás... mas isso um dia passa :)

    www.chadecalmila.com

    ResponderExcluir
  6. Algo que eu tenho praticado muito é o amor próprio, saber curtir a minha própria companhia, com certeza o que você citou faz falta, mas acho que o fato de eu ser uma pessoa mais independente nesse sentido, me ajuda tanto a superar esse tipo de coisa.

    Adorável Tédio | Fã Page | Sorteio - Crop Top

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh com certeza! Não há nada melhor nesse momento do que amor-próprio sabia?
      E graças a Deus também tenho de sobra!

      Excluir
  7. Quando se trata do amor, tudo é estranho. A parte mais estranha é quando pega a gente de surpresa, seja para um começo ou um término. Eu ainda não tive nem o meu começo, imagine o meu término? Ok. Não quero nem imaginar. Só sei que as coisas na nossa vida é assim mesmo, vem e vão sempre até achar o certo.

    Bitocas!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, isso mesmo Thami!
      A gente que tenha calma né?? rss

      Excluir
  8. A vida é assim. Pessoas entram e saem de nossas vidas. E mesmo que as vezes seja difícil, temos que seguir em frente, e nunca desistir do amor.
    Blog: http://teoremademari.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Lindo, Carol. É inevitável não se acostumar com alguém e ficar voltando a essas memórias quando precisamos superar um fim. A gente se acostuma fácil com o que é bom, né? Entendo perfeitamente essa estranheza. E as vezes, isso tudo ainda se junta à frustração. Todos aqueles sonhos e planos interrompidos. É muita coisa pra se lidar.
    Belas palavras!
    Um beijo
    www.naotenhopressa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente... Mas é questão de se acostumar de novo né? rs A vida é feita disso!
      Obrigada *-*

      Excluir
  10. Venho vê post novo sua liinda.

    ResponderExcluir
  11. Alem de estranho, acaba nos tornando imunes a certos tipos de sentimentos. Nos permitindo a encarar a "proxima bad" com menos sofrimento e mais orgulho. Rs #OpiniãoPessoal. Até pq, a gente cansa. Cansa de sofrer, de ir atras...etc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, exatamente isso Débora!!
      A gente aprende a lidar, ganha forças!

      Excluir
  12. NoVCasino Casino - NOVCASINO.COM
    NoVCasino.com https://jancasino.com/review/merit-casino/ offers a no kadangpintar deposit bonus of 100% worrione up to €150. No Deposit Bonus is given to new players only. novcasino No deposit bonuses 출장샵 expire

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Inspiração: ilustrando o amor

O meu tema preferido é o amor, mas acho que isso dá pra perceber né? rs E há  alguns meses eu vi uma matéria linda no site Hypeness  sobre um ilustrador coreano, Puuung , que se inspira em momentos simples, daqueles que a gente consegue enxergar claramente o amor no dia a dia de um casal, para criar suas ilustrações. Hoje ela apareceu novamente na minha timeline, e eu senti que precisava compartilhar por aqui esse trabalho tão incrível e que nos arranca sorrisos e suspiros.  Abaixo estão algumas das minhas preferidas, mas indico que vocês cliquem no link para conhecer melhor o ilustrador.  Sorte de quem consegue se identificar com os momentos ilustrados né? ♥

Você sabe o que você quer?

Depois de muito tempo sendo apenas passageira, vivendo totalmente sem rumo e sem um lugar para voltar, eu preciso de algumas certezas. Coisa boba, do tipo, o que você quer no momento? Digo, comigo. Com a vida. Com o amor. Está tudo envolvido, espero que saiba. Tudo ligado, mas também facilmente desligado, se for necessário . É que o seu jeito é uma junção de tudo que eu adoro, mas o meu jeito extrovertido é o que mais chama atenção em mim. O seu sorriso é lindo, mas o meu vive sendo elogiado também. Os seus olhos são claros e vivos, mas o meu são brilhosos e me revelam muito facilmente. Gosto do seu estilo e também do meu. A questão é que, todas essas coisas são superficiais ao mesmo tempo em que denunciam logo quando tem algo errado com a gente, já percebeu? Não quero sofrer novamente. Não quero me fechar, não quero perder o meu sorriso, não quero que as lágrimas inundem o meu rosto e principalmente, não quero passar a voltar a usar moletom. E engordar, me afundar, embara

Com o coração já tão despedaçado, o que mais eu tenho a perder?

Eu sei, eu estraguei a nossa noite que você tinha preparado com tanto cuidado.  Eu sei, eu fui covarde e imatura.  Eu sei, eu te assustei quando você acordou de madrugada e me pegou chorando na sala. A verdade é que eu entrei em desespero, ok? Porque eu senti o meu coração se abrindo. Eu acreditei em você, nas suas palavras, na verdade do seu sorriso ao me contar dos seus planos para gente, e caramba, não devia acontecer isso! O combinado era que eu não me entregaria a ninguém, o combinado era me manter distante e protegida.  Porque eu realmente não sei se estou preparada para encarar as minhas feridas, passar por cima dos meus traumas e me permitir ser feliz sem pensar no que pode ou não acontecer. É que é inevitável, a gente fica meio desacreditado, sabe? Ver a mesma história se repetindo tantas vezes... Por que logo com você seria diferente? Por que eu teria que te dar um voto de confiança? E, se quer saber, eu encontrei a minha resposta sem precisar responder coisa al