Pular para o conteúdo principal

Qual é o medo, menina?


Encontrar o culpado, não vai fazer coisas se acertarem. Não vai trazer de volta os filmes vistos pela metade na tarde de domingo. Não vai trazer as conversas sinceras e nem as piscadas de olho que diziam tudo aquilo que não podia ser dito no meio de muita gente. Pelo contrário, talvez destrua essas lembranças. Talvez faça doer ainda mais.

Simplesmente existiu e é isso que importa. Esses momentos bons são a prova de que não foi em vão, tempo perdido, atraso de vida. Afinal, existe isso? Se te fez bem, não foi inútil. Só começa a ser desnecessário quando faz mal e dessa forma deve ser – logo – descartado. Mas esse não foi o ponto, afinal.

O que te faz chorar é não ter mais a sensação gostosa de quando ele te abraçava ou simplesmente não poder mais olhar as sardas do nariz dele. Mas entenda que muitas vezes crescer é abrir mão, é arrumar as malas e ir embora. É perceber se o motivo de estar ali é coração ou cabeça. E reconhecer, acima de tudo, quando é a hora de recomeçar. Sozinha, se preciso.

Qual é o medo, menina? Não existe nada de tão ruim lá fora para que você queira se prender a uma dor, uma história ou uma pessoa. Permita-se chorar até desidratar, permita-se sofrer até o último soluço. Mas depois se deixe sorrir novamente, viver novamente, se entregar novamente. Nem tudo que deixamos para trás é lixo e nem tudo que carregamos deve ser o centro de nossas vidas. A gente aprende isso com o passar do tempo.

Comentários

  1. "Mas entenda que muitas vezes crescer é abrir mão, é arrumar as malas e ir embora. É perceber se o motivo de estar ali é coração ou cabeça. E reconhecer, acima de tudo, quando é a hora de recomeçar. Sozinha, se preciso."

    Exatamente.

    Sem palavras pra você, manda muito com as palavras e por muitas vezes acaba me definindo mesmo sem saber! s2

    osdetalhesdeumavida.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Super concordo com o texto, sábias palavras!

    Beijo;*
    olhardeumatimida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Lindo texto, claro. A medida que eu lia eu pensava nos textos desse estilo que não escrevo mais, vou tentar escrever. Acho que perdi a prática. rsrsr
    beijooos, Carol. ;D
    http://oicarolina.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  4. Adorei o texto!
    concordo com tudo :D

    http://princessjujube.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Você sempre manda bem com os textos, juro, leio como se fosse eu pensando, como se fosse eu escrevendo e sentindo . Simplesmente adoro

    parabéns pelo seu blog, eu amei aqui, amei sua criatividade, seu modo de falar com os leitores, a forma que você usa nas postagens, o design e etc, eu realmente curti e vou voltar aqui sempre ! Obrigada por ter criado . Parabéns novamente e já estou seguindo ((: Parabéns !!

    http://dezesseteetantos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Medos toda a gente tem,o problema é enfrentá-los. Boa semana para ti. http://mafaldinhaarte.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  7. Muita gente acha inútil algo que fez bem e depois não deu certo, só acho que tinham que saber separar os momentos bons e descartar os ruins.
    Chorar é maravilhoso, afinal é como na natureza, depois da chuva sempre aparece um tempo bonito.
    Lindo texto.
    Beijos.

    sonhosdegarota.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Adorei seu blog!!!!
    seguindo já, se puder retribuir... tem post novo la no meu!!!
    www.kantinhodavanessa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Falou tudo! As pessoas se prendem muito ao passado e deixam de viver suas vidas

    Beijinhos, Garota Inocente

    ResponderExcluir
  10. Nossa, to começo ao fim perfeito, acho q este foi seu texto q mais gostei *-*

    http://nossoblogsecreto.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Carol, esse texto foi meio que a coisa certa que eu ler nesse exato momento... Estou passando por uma coisa que tem me deixado muito pra baixo e está me deixando meio louca. Gosto de recomeços, mas sou resistente quanto a isso. Nunca sei como recomeçar. Adorei o trecho "Nem tudo que deixamos para trás é lixo e nem tudo que carregamos deve ser o centro de nossas vidas.". Simplesmente a pura verdade (o tipo de verdade que muito poucas pessoas dá atenção ou acredita).
    E quanto ao meu post musical, na verdade, é uma playlist com um pouco mais de 20 músicas que ouvi na semana passada por conta da situação pela qual estou passando. Tomara que você consiga ouvi-la (ou ler quais canções são) qualquer dia desses! (:
    Love, Nina.
    http://omundocoloridodanina.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Nossa, fiquei meio agoniada com a coisa de chorar até desidratar! Mas tudo bem, entendi a ideia do se permitir... hehe

    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
  13. Adorei o texto, hoje é meu aniversário e parece que esse texto foi feito para mim. Muito bem escrito.

    Confira o Esmalte da Semana-Especial. Bem glamouroso e que tem tudo haver com festa =D

    Beijinhos de luz =***

    Cllara Maranhão ʚɞ
    http://cllaramaranhao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Gostei do texto! Muito bom para refletir um pouco! ^^

    Beijo
    http://criandorabiscos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Adorei o texto e gosto muito nessas situações, lembrar de uma passagem bíblica onde se fala "Sai da tua tenda!" Não adianta ter medo, tem que se jogar pra viver. Se deu certo bem, se não deu, amém! Ótima Quarta, beijos!

    Blog Paisagem de Janela
    paisagemdejanela.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Agora que percebi que já li e comentei em todos teus recentes textos!
    Que legal! E espero ler todos os outros!
    beijos

    http://oicarolina.wordpress.com

    ResponderExcluir
  17. Olá Maria, gostaria saber se você aceitaria postar em meu blog. Estou precisando de algumas colaboradoras para a coluna de textos e achei que você se encaixaria perfeitamente no cargo. Adoro seus posts e principalmente o jeito que escreve. Caso aceite o minha proposta, entre em contato comigo pelo meu blog ou e-mail.

    blog --> julia-nopaisdasmaravilhas.blogspot.com
    e-mail --> julia.cardosoribeiro@gmail.com

    ResponderExcluir
  18. Falou tudo no texto. Me identifiquei em algumas partes. :/

    Marina Alessandra do blog Maior de Idade
    @mariinaale
    @maioordeidade

    ResponderExcluir
  19. Minha nossa, que texto lindo! Você escreve muito bem, parabéns. Dei uma lidas nos outros textos e fiquei encantada com a sua escrita. Já pensou em escrever um livro? Eu estou precisando de colaboradoras no blog, e sei que talvez você nem vai se interessar porque você já tem o seu blog e espaço, mas se houver interesse dá uma olhadinha como será o procedimento http://www.doceabril.com.br/2013/07/inscricoes-para-colaboradores-doce-abril.html, você já está aprovada rsrs.

    Beijos e parabéns.

    www.doceabril.com.br

    ResponderExcluir
  20. Gostei do texto, acho que tem muita gente precisando ler isso para parar de procurar o culpado pela infelicidade própria, porque a vida continua mesmo com tudo que acontece.
    vestindo-ideias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Sem palavras !

    pink-campbel.blogspot.com♥

    ResponderExcluir
  22. Adorei. Concordo om vc, não é porque algo acabou (qualquer coisa) que devemos deixar as más lembranças e esquecer as boas, devemos fazer o contrário, afinal nada irá mudar o que aconteceu. E mesmo que pudéssemos, realmente queremos apagar as coisas boas por conta de uma bem ruim?

    Acho que aí vai de cada um.

    Té mais...
    http://bmelo42.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Ainda bem que a gente aprende, né!? :)
    Felicidade vem com tempo, apenas isso!

    Um beijo,

    http://algumasobservacoes.blogspot.com/
    http://escritoshumanos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  24. "Mas entenda que muitas vezes crescer é abrir mão, é arrumar as malas e ir embora. É perceber se o motivo de estar ali é coração ou cabeça. E reconhecer, acima de tudo, quando é a hora de recomeçar. Sozinha, se preciso."

    Adorei essa parte, muito eu! :'(

    http://www.sahandrade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. Adoreeei o seu texto!!
    Realmente dói, a gente sofre, mas depois passa.
    O fim na verdade é um novo recomeço =)
    Gostei muito dos outros posts, vou te linkar no meu blog, ok?
    Beijos!!

    www.entorpecendo.com

    ResponderExcluir
  26. Nossa, que texto lindo... Me fez reviver várias lembranças agora... =/

    Beijos,
    http://caheoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Sobre o lançamento + sorteio

Oi gente linda, primeiramente eu gostaria de agradecer por tantos comentários no outro post. Foram palavras de incentivo, elogios e vi o quanto vocês realmente ficaram felizes com a minha conquista. Muito, muito obrigada mesmo!

Por esse motivo, sinto-me na obrigação de contar para vocês um pouquinho de como foi lá né? Então, o evento em si foi muito bacana e tive a chance de encontrar com outros autores iniciantes e também com outras publicações, dividindo experiências e trocando conselhos. Um pouco antes do lançamento, teve um bate papo com o diretor da editora, os organizadores das antologias e todos os autores presentes, o que, para mim, foi um momento de muito aprendizado!

Quando chegou a hora do lançamento, foi uma surpresa muito boa! Troca de autógrafos entre os autores da antologia, autógrafos para os convidados e participantes do evento, muuuuuuuitas fotos! Foi um momento muito divertido e descontraído... E eu me senti uma estrela!!! hehe

Bom, foi um experiência muito especial…

Sorte no amor.

Para com essa história de que tem azar no amor. E desde quando existe isso? Coisa mais sem cabimento! É mais fácil você ter azar no jogo mesmo, mas não no amor. Por que? Ele tá aí, disponível até demais e tanta gente se esquivando. E ainda querem culpar o pobre coitado! O que falta é sensibilidade, atenção aos detalhes. Ou você acha que ele, grandioso como é, vai chegar com uma placa ou uma sirena para que você o note? Não mesmo. Ele vem em silêncio, chega tomando conta, mas sem avisar. E é bem ligeiro também, ele não pode te esperar para sempre. Seja compreensiva vai, ele tem um mundo inteiro para rodar e se levar para as pessoas. Não pode ficar esperando que você o perceba e depois ainda que você se decida se é ou não a hora certa. Por isso, não sai por aí falando mal dele não, menina. Já viu trabalho mais ingrato que esse? Traz tanta coisa boa pra vida de uma pessoa e no final, acreditem, ainda conseguem estragar com a sua fama. Vai ver é por isso a falta de amor nesse mundo, todos…

Busca sem sentido.

Toda vez que eu fecho os olhos, eles se abrem pra você. Toda vez que eu durmo para te esquecer, os meus sonhos te trazem pra mim. Parece ironia, parece injusto, mas cheguei à conclusão de que não, é apenas a vida me lembrando que eu não consigo sem você.
Te deixei, disse que precisava de um tempo sozinha. Queria navegar pelo mundo, descobrir terras novas. E realmente eu descobri muita coisa. Descobri que lá fora é tudo mais complicado e sombrio. Descobri que as pessoas não sorriam com tanta facilidade e que o amor andava sumido para muita gente e foi nessa que a minha ficha caiu. Elas estavam buscando por algo de que eu estava fugindo,
que sentido isso tem?
Demorou demais para que eu percebesse que eu tinha tudo que eu precisava bem ao meu lado. Não levei a sério a lei simples da vida de que toda escolha tem uma consequência e a minha, bem, não demorou muito para chegar. Eu te deixei escapar. Te deixei livre demais e com isso, te perdi. Soube que você está feliz e que tem sido visto com…